quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Etzel Andergast--Jacob Wassermann



A minha maior alegria com um livro aconteceu recentemente, quando , depois de uma busca infatigável, consegui adquirir o livro do Jacob Wassermann, Etzel Andergast.Eu li o livro,
O Processo Mauritzius, três vezes e cada vez que o terminava ficava com um gostinho de quero mais, e em seguir a tragetoria do jovem Andergast e não conseguia nada.Tive a brilhante ideia de procura-lo(sem esperanças, confesso) no site da estantevirtual.com ,e Bingo!;
em um sebo carioca existia a única espécie viva no Brasil!,
descrever a emoção eh difícil, e quando o livro chegou, eu tive ate medo de manipula-lo! ele esta com aquelas paginas amareladas, de um papel destes que a muita não existe mais e que se desmancha na nossa mão.O livro, editado por uma editora carioca chamada A NOITE, foi publicado em 1940!Impressionante...estou mesmo maravilhada com o Livro. A tradução é de Maria Helena Amoroso Lima Senise e Otavio Paz...E confesso, é uma emoção muito muito grande estar aqui com um livro vivo de 69 anos.....

3 comentários:

M. Chauvin disse...

Eu bem sei como é ter uma raridade dessas em mãos...tenho o livro O homem, do Aluizio Azevedo que possui cerca 100 anos, as páginas quase desmancham e o português vai pra lá de arcaico!

olhodopombo disse...

e eh uma delicia isso, pois não Mariana?

Fabio disse...

Vc conseguiu!
Estou procurando desesperadamente.